Criei este blog com o incentivo dos meus amigos...amigos corujas que sempre elogiaram meus textos e me deram coragem para que eu os tirasse das gavetas ou das pastas do computador....







sábado, 19 de março de 2011

Redenção


Redenção
nos rendemos aos teus encantos
e tentamos traduzir os teus recantos
E na imensidão da tua paisagem
ousamos registrar tuas imagens
Tua paz nos acalma
Teus bancos têm alma
E de repente, sem mais nem porquê
nos sentimos um pouco Monet
Quanto deleite nos proporciona
tudo em ti emociona
E a cada tentativa de esboço,
cada risco que traçamos com esforço
nos prova que teu verde e teu céu
não cabem numa folha de papel.


Texto escrito na aula de Desenho do IA, quando costumávamos desenhar na Redenção com a Tereza Poester.

Nenhum comentário:

Postar um comentário